.:XXVII CONACI:.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Imprimir

“CARTA DE MACEIÓ” RESUME O QUE FOI TRATADO NO XXV
CONACI, UM SUCESSO DE PÚBLICO E CONTEÚDO. CONFIRA

Quem não foi ao XXV Congresso Nacional de Corretores de Imóveis, realizado de 4 a 7 de maio, em Maceió, Alagoas, perdeu uma grande oportunidade de debater temas importantes para o seu dia a dia, ouvir palestras sofre o futuro das cidades, discutir o papel do corretor no processo de desenvolvimento urbano, bem como aprimorar e reciclar seus conhecimentos por meio de cursos de nível internacional.

Com cerca de mil inscrições, o XXV Conaci reuniu, entre palestras, conferências e cursos, 26 experts nos mais variados assuntos, com foco para o mercado imobiliário e atividade do corretor de imóveis. Tratou-se desde a relação dos corretores de imóveis com as empresas, o panorama e as expectativas do mercado imobiliário, modelos sustentáveis de desenvolvimento urbano, motivação, até ferramentas do mundo da internet que podem ajudar os profissionais do setor a incrementar seus negócios.

O próximo Conaci, conforme ficou definido, deverá ser no Estado do Mato Grosso do Sul, ficando em aberto se será em Campo Grande ou em Bonito.

Confira a Carta de Maceió, que resume o que foi o evento, e mais as cinco moções aprovadas no XXV Conaci.


XXV CONACI - Congresso Nacional de Corretores de Imóveis

4 a 7 de maio de 2014
Centro de Convenções – Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso – Maceió (AL)
 
CARTA DE MACEIÓ

Prezados corretores e corretoras de imóveis de todo o Brasil,

O XXV Congresso Nacional de Corretores de Imóveis (Conaci) foi sucesso de público e conteúdo, contando com a efetiva participação da categoria, que compareceu em grande número – aproximadamente mil inscrições –  e acolheu propostas tanto de elevação  e aprimoramento profissional quanto de atuação política dos Sindicatos e da Federação, no sentido de acompanhar e propugnar em todas as esferas de poder causas que tragam benefícios ao corretor imobiliário.  

O XXV Conaci, realizado entre os dias 4 e 7 de maio de 2014, sob os auspícios e bênçãos da bela e acolhedora capital alagoana, Maceió, com a competente atuação do Sindimóveis-AL,  e o respaldo da Fenaci (Federação Nacional dos Corretores de Imóveis) e de parceiros de todas as horas, debateu assuntos de extremamente relevantes para a categoria, a começar da relação entre o corretor de imóveis e as empresas imobiliárias, incorporadoras e construtoras.

A discussão, que abriu os trabalhos no dia 5/5, trouxe à tona questões relativas ao corretor associado, ao desemparo dos profissionais em relação à Previdência Social, aos entraves econômicos na relação com as empresas do setor imobiliário, à excessiva carga tributária que pesa sobre a categoria e possíveis saídas para reduzir esse ônus, como a aprovação de projeto, à época prestes a ser votado pelo Congresso nacional, atualizando a Lei da Micro e Pequena Empresa e incluindo o corretor de imóveis no Simples Nacional.

As diversas nuances do mercado imobiliário, com informações preciosas para o corretor de imóveis, marcaram grande parte das oficinas, conferências e fóruns do XXV Conaci.

Especialistas de renome nacional e internacional analisaram desde a situação do mercado imobiliário e suas perspectivas, passando por loteamentos habitacionais, locação de imóveis,crédito, comunicação multimídia, até novos modelos de desenvolvimento sustentável e caminhos para o futuro das cidades.

O futuro das cidades e o papel do corretor de imóveis no processo de desenvolvimento urbano foram o fio condutor do XXV Conaci, que reuniu nada menos que 22 palestrantes, todos com currículos  do mais alto nível.

O aspecto técnico e prático do evento foi contemplado por três cursos que envolveram quatro especialistas. Os cursos trataram da inserção do corretor de imóveis nos negócios internacionais,  de legislações que os profissionais do setor têm de conhecer  e avaliação imobiliária, que incluiu um capítulo especial sobre padronização internacional de avaliação de propriedades.

O nível internacional do XXV Conaci ficou patente pela presença de representes da Fiabci Internacional (Federação Internacional das Profissões Imobiliárias), Icrea (Consórcio Internacional de Profissões Imobiliárias) e RICS (Royal Institution of Chartered Surveyors).

O XXV Conaci abriu espaço especial para as mulheres corretoras de imóveis, que hoje já são cerca de 40% da categoria, que reúne aproximadamente 300 mil profissionais em todo o País. O IV Fórum da Mulher Corretora de Imóveis reuniu palestras de alto nível e discutiu a ampliação da participação das mulheres nas ações e na direção da Fenaci.

Enfim, o XXV Conaci cumpriu brilhantemente tudo aquilo que foi proposto por sua comissão organizadora. Foi plural e específico, abrangente e detalhista. Nestes quatro dias de encontro em Maceió, foram debatidos com responsabilidade e profundidade o presente e o futuro da nossa categoria e de nossas cidades.

Maceió, 7 de maio de 2014

Joaquim Antonio de Mendonça Ribeiro
Presidente da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis - Fenaci

Pierre Laffitte
Presidente da Comissão Organizadora do XXV Conaci        


Moções aprovadas

O XXV Conaci teve cinco moções aprovadas, quatro por unanimidade e uma por maioria. Veja a seguir o enunciado e a ementa de cada uma:

1. Carta moção pela inclusão do exercício de corretagem imobiliário ao Supersimples – Ementa: Desenvolvimento urbano. Levantamento da importância do corretor. Apresentação de meio de incentivo à prática. Discussão de projetos.  Estímulo à economia. Melhoria esperada com a aprovação.

2. Carta moção de apoio à aprovação do Projeto de Lei 197/2010 – IPI – Ementa: Projeto de Lei. Corretor imobiliário. Isenção de imposto. Imposto sobre Produtos industrializados. Veículos Automotores.

3. Carta moção pela exclusividade no anúncio do imóvel – Ementa: Reflexão sobre o uso de placas de publicidade. Abordagem estética. Análise de resposta. Crítica à publicidade excessiva. Repúdio à publicidade mal-intencionada. Discussão e comparação com o serviço feito com exclusividade. Vantagens na difusão do tema.

4. Carta moção pelo aperfeiçoamento na figura da EIRELI (Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada) – Ementa: Abordagem da EIRELI. Divergências de interpretação. Análise da intenção do legislador. Estabelecimentos de relações com a realidade. Melhoria esperada com expressão clara da lei.

5. Carta moção pela assinatura do corretor de imóveis na escritura – Ementa: Desenvolvimento urbano. Aprofundamento na participação do corretor. Crítica ao exercício não habilitado. Análise da negativa decorrente da prática irregular. Exame da exigência na inserção do Creci na escritura. Levantamento de seus benefícios.

Fotos:

 

<<<VEJA MAIS IMAGENS DO EVENTO>>>

 

                                             © Copyright 2018 .:XXVII CONACI:. Todos os direitos reservados.